Aridus Bond

Indicado para esmalte e dentina. Especialmente formulado para dentinas secas (dentes despolpados).

Para uma adesão mais eficiente é recomendável um adesivo de características hidrofóbicas como o Aridus Bond.
Em dentinas radiculares, a profundidade do conduto, somada à disposição transversal dos canalículos, tornam impossível o alcance da luz. O Aridus Bond supera essas dificuldades, pois possui cura dual.

Compre agora pelas dentais:

Quantidades

Embalagem com 3ml de base + 3ml de catalisador.
* Na cimentação de pinos de fibras, após o ataque ácido, misturar num pote dappen partes iguais do produto e levar ao conduto e sobre todo o elemento.
* Não aguardar o endurecimento.
* Leve imediatamente o cimento resinoso dual juntamente com o pino previamente adaptado.
* Fotopolimerizar por 60s em seguida o cimento e o adesivo endurecerão juntos e formarão corpo único de adesão.
* Registro ANVISA: 80103850025.

Humidus Bond

Sistema adesivo universal monocomponente, indicado para uso em esmalte e dentina.

As restaurações e cimentações adesivas confeccionadas com Humidus Bond possuem alta adesão com formação de camada híbrida e barreira contra infiltrações marginais.

Compre agora pelas dentais:

Quantidades

Frasco de 2ml e 4ml.
* Contêm dessensibilizante dentinário na composição, reduzindo a incidência de sensibilidade pós-restauração.
* Contém etanol como solvente, um veículo que faz o adesivo penetrar nos canalículos dentinários.
* Possui grau de hidrofilidade na medida certa de modo a proteger a camada híbrida das ações deletérias da umidade excessiva e da degeneração por substâncias desprendidas da polpa.
* Compatibilidade com sistemas de cimentação/restauradores de cura química ou foto.
* Registro ANVISA: 80103850024.

Adesivos para esmalte e dentina têm como função primordial a impermeabilização de restaurações. Portanto o desafio de todo adesivo dental deve ser a capacidade de impedir infiltrações sob restaurações.
Nos últimos anos diversas propostas de adesivos têm surgido, muitas delas sugerindo aumento nas propriedades de retenção junto a dentina. Todavia, até o presente momento, não há unanimidade quanto à capacidade desses materiais reterem restaurações por si só. A retentividade das restaurações continua sendo obtida de forma eficaz e eficiente através de preparos com retenção mecânica. Desta forma, espera-se dessa classe de materiais a capacidade de selamento do complexo esmalte/dentina.
Para verificar a capacidade de vedamento do Humidus Bond, foi realizado o teste de infiltração a seguir.

TESTE DE RESISTÊNCIA A INFILTRAÇÃO

1. Ataque ácido total (60s esmalte / 20s dentina). 2. Elementos prontos para serem restaurados. 3. Aplicação de adesivo Humidus Bond somente no elemento A. 4. Elementos restaurados com resina composta. 5. Elementos mergulhados em solução de corante. 6. Resultados observados.

MATERIAIS E MÉTODOS

2 elementos dentários com extensa destruição por cárie na interproximal foram utilizados. Ambos foram submersos em soro fisiológico durante 1 semana a fim de promover hidratação. O elemento da esquerda (A) teve o preparo estendido até a vestibular, enquanto o da direita (B) se estendeu até a palatina. Foram feitos preparos com bisel e ataque ácido por 60s no esmalte e 20s na dentina em ambos. Lavagem durante 30s e secagem sem desidratação. No elemento da esquerda (A) foi aplicada apenas 1 camada de Humidus Bond e aguardou-se 60s antes de polimerizar por 20s. O elemento da direita (B) não recebeu adesivo. Em seguida ambos foram restaurados com resina composta.
Imediatamente ambos foram submergidos em solução aquosa com corante azul alimentício e mantidos a 40ºC em estufa. 2 vezes por dia nova solução era adicionada para compensar a evaporação. Ao fim de 6 dias os corpos de prova foram removidos da solução e lavados em água corrente.

RESULTADOS

O elemento da esquerda A (adesivado com Humidus Bond) não apresentou indícios visuais de infiltração, verificado em magnificação de até  1000x, sugerindo impermeabilização. Já o elemento da direita B (sem adesivo) exibiu 3 pontos de deposição de corante na interface dente/restauração com infiltração por dentro da cavidade.

CONCLUSÃO

O Humidus Bond se mostrou efetivo para o teste em tela, sendo uma excelente opção para vedamento de restaurações adesivas em dentes vitais, desde que observados os protocolos de uso descritos nas instruções de uso, suas advertências, precauções e cuidados de armazenamento.

*Teste realizado internamente pela Superdont em seu laboratório através de metodologia própria.